Inicio

O projeto SIZING_SUDOE visa a criação de uma rede de trabalho entre centros tecnológicos, de I&D, e associações para facilitar a transferência de informação antropométrica da população (e-business, CAD, manequins virtuais / avatars) para as empresas do setor da moda, de modo a que estas possam desenvolver novos produtos e serviços para os clientes.

O principal objetivo deste projeto é melhorar a competitividade da moda no espaço SUDOE (Espanha, Portugal e Sul de França) através da incorporação de medidas antropométricas da população.

O projeto irá otimizar estudos antropométricos transnacionais já realizados e completar bases de dados existentes de forma a serem comparáveis.

O setor têxtil, do vestuário e da moda é um dos mais importantes na Europa. Para além disso, tem um peso dominante no espaço SUDOE, cujos países estão entre os cinco com maior atividade ao nível deste setor.

No entanto, a crescente deslocalização da produção, a implementação de sistemas de modelação baseados em dados e proporções corporais dos anos 70, e a escassa normalização dos sistemas de designação dos tamanhos de vestuário, levaram a uma elevada taxa de insatisfação dos consumidores pela ausência de ajuste da roupa (o que afeta em especial a população feminina, com 40% com problemas em encontrar o tamanho certo).

Tudo isto é uma barreira ao desenvolvimento das vendas pela internet, resultando num elevado índice de devoluções e de roupa que fica por vender no final de cada estação.

IMG 0100

Assim, os objetivos específicos do projeto são:

  • Identificar as necessidades específicas da indústria (vestuário e moda) no espaço SUDOE, em relação à incorporação de medidas antropométricas 3D da população.
  • Completar e normalizar os estudos antropométricos existentes no espaço SUDOE, para fornecer informações comparáveis entre regiões.
  • Transferir para as empresas conhecimentos e metodologias para a utilização e exploração de bases de dados 3D e desenvolver um serviço transregional de assessoria na operacionalização e aplicação desses dados.
  • Criar uma rede transnacional de centros de I&D que colaborem na criação de conhecimento e inovação, com uma estrutura que permita uma operacionalização eficiente e que apoie a I&D empresarial em todo o espaço SUDOE.
  • Adaptar o tecido industrial do espaço SUDOE às novas normas europeias, congregando os interesses das empresas e os resultados antropométricos da população do espaço SUDOE.